terça-feira, 17 de novembro de 2009

Da importância do respeito mútuo.

Erico Fadel 19:51 15/11/2009

O autor permite que o conteúdo desse texto possa ser utilizado para qualquer fim que não o lucro, e que este não deve ser alterado sem o desejo do mesmo.

'E o ditador maconheiro de 10 anos(Melz) é o líder do exército emo kekekekekekekekekeek '

Isso foi a gota d'água de hoje; o autor da frase atacou e fugiu completamente ao tema da discurssão, atacando pessoalmente o membro da comunidade.
Portanto resolvi escrever um tópico sobre o respeito mútuo e qual a sua importância para a discussão sobre o Anarquismo e/ou discussões diárias.

Segundo a Wikipédia respeito é o apreço por, ou o sentido do valor e excelência de, uma pessoa, qualidade pessoal, talento, ou a manifestação de uma qualidade pessoal ou talento.
Em certos aspectos, o respeito manifesta-se como um tipo de ética ou princípio, tal como no conceito habitualmente ensinado de "[ter] respeito pelos outros" ou a Ética da reciprocidade.
Oras, e o que diabos é ética da reciprocidade?
Ética da reciprocidade é o respeito mutuo entre dois indivíduos em uma discussão sobre determinado assunto; um exemplo:
A maioria dos Canadenses costumam ser extremamente éticos em sua discussão, apresentando cada um os pontos de vista e buscando a verdade mais lógica, balanceando todos os pontos.
Outro exemplo são os gregos da antiguidade, veja um discurso da autoria de Sócrates ou Platão, em momento algum qualquer um deles ofende o ponto de vista do outro com ofensas pessoais e/ou argumentos falsos, o próprio Sócrates repetia desde sempre “só sei que nada sei”; ao ser 'prestigiado' com o título de homem mais sábio de toda a Grécia.
No fundo todos sabemos que a verdade é algo passageiro e que, de uma hora para outra tudo pode mudar, vejamos o modelo atômico (Bola de bilhar, Pudim de passas, orbitas circulares e por fim orbitas elípticas).
O átomo foi reformulado, a união soviética foi desmantelada, algumas bombas atômicas explodiram algumas ilhas sem importância localizadas no pacifico, outro ditador subiu ao poder em algum pais desconhecido da África ou quem sabe aquele presidente fez uma guerra só para lucrar com os armamentos vendidos ao exército vindos da sua própria empresa, que extrai carvão de alguma zona de livre comércio chinesa; quem sabe seja melhor mudar para algum outro pais daqui há 40 anos...
Logo, chegamos a conclusão de que tudo muda e nada é eterno, ao discutir dois 'oponentes' podem estar defendendo pontos errados, ou então estão defendendo o que apenas seria o embrião da verdade completa.
Durante uma discussão o objetivo não deveria ser humilhar ou desacreditar o 'oponente', mas manter em mente que a sua idéia e seus pontos de vista também podem estar errados e que você também pode estar fazendo papel de idiota, daí o valor do respeito mútuo; tentar encontrar a verdade [Como fazia Sócrates, por exemplo] e dissipar o véu de trevas que envolve a pergunta.
As ofensas pessoais e piadas apenas desviam os debatedores do desafio real, a verdade, para entrar em outro campo, o campo da irracionalidade , de discussões sem objetivo, guiando o homem pelo caminho mais animalesco do seu ser– Próximo da vitória e da glória ilusória, do tempo perdido.
Em vez da razão e da justiça, da felicidade em encontrar o que é certo por meio de uma discussão com conteúdo e respeito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário